Falando sobre Deus


parábola do filho pródigo (Lc 15) é um dos textos mais comoventes e edificantes da bíblia. No conflito do filho pródigo com seu irmão temos o retrato do nosso dilema entre a aventura e a fidelidade a Deus. Na cena do filho pródigo que passa fome, temos o retrato da nossa miséria quando afastados de Deus. E no abraço acolhedor que o pai dá, no filho que volta pra casa, temos a mensagem do amor incondicional de Deus.

É curioso que Jesus associe o amor incondicional de Deus à figura do pai. Não seria melhor uma mãe? Não é ela que geralmente está associada à saudade, a braços abertos e ao perdão? Jesus provoca e quer desinstalar as idéias que se têm de paternidade e de Deus.
A parábola ensina uma nova imagem de Deus. A experiência de fé de Jesus permitiu que Ele chamasse Deus de Pai, tirando de Deus aquele ar austero e distante. Pode-se até dizer que o cristianismo nasce dessa experiência de poder chamar Deus de Pai. O Deus de Jesus e dos cristãos é um pai amoroso; que disciplina, mas ama o perdão.
A parábola também ensina e provoca uma nova imagem de pai,  alicerçada no perdão, no amor incondicional e no abraço. Esse pai zela pela disciplina na educação dos filhos, mas não a confunde com agressividade ou violência.
Coloca limites necessários, mas não os confunde com restrição da liberdade. É um pai que às vezes se fecha e diz não, mas que também arrisca, confia, abre os braços e solta o filho.
SE VC CONHECEU JESUS E SE AFASTOU, CORRA PARA OS BRAÇOS DO PAI - BOM DOMINGO NA PAZ DO SENHOR
É grande e bela a tarefa da paternidade, pois está associada à imagem de Deus. Ter boa imagem do pai colabora para que se tenha uma bela imagem de Deus. Se o filho pródigo tivesse medo do pai, como poderia voltar para casa e pedir perdão? Se o fiel tem medo
de Deus, como terá coragem de pedir perdão?
Então, que tal um abraço? Quando o seu filho ou sua filha chegar em casa, tenha ele cinco ou 50 anos, abra os braços, coloque as mãos na sua cabeça e diga: Deus te abençoe, meu filho! A bíblia diz que esse gesto produz festa no céu! É isso que ensina essa parábola do filho pródigo e do pai amoroso.

7 comentários:

  1. bom para refletir
    http://vcmaisfashion.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Também amo esta mensagem, é tão bom nos sentirmos amados (mesmo quando pisamos na bola ele esta pronto para nos perdoar) Já ouviu o hino Abraça-me do David Quinlan? Acho que tem tudo a ver.
    Um Domingo Super abençoado pra vc.
    Bjim e Paz.


    http://www.excelenciaacaminho.blogspot.com.br/2012/03/paixao-warning-ah.html#comment-form

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente lindo. É para mim, num momento bem certo!

    Deus fala conosco de todas as formas...Bjos!

    ResponderExcluir
  4. É realmente uma parábola linda,pois o Senhor tem este amor e esta misericórdia por nós,bjs
    Deus abençoe!
    Luciane Oppelt

    ResponderExcluir
  5. Pode uma mãe se esquecer do seu filho, mas Deus jamais abandonará ninguém.
    Deus abençoe sua semana!!!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Muita linda a mensagem, temos que refletir !

    ResponderExcluir
  7. Que linda essa mesnsagem, é pra refletir e tomar uma atitude né? Nosso pai está sempre de braços abertos!

    ResponderExcluir

Comenta aí vai... é quando você comenta que eu melhoro o blog e faço ele ficar do jeitinho que você quer ver.