Não entendo!

Alguém nessa história não bate bem da idéia e sei lá.... será que sou eu?


Tipo assim.... todo mundo já se sentiu um pouco fútil algum dia mas diante das tragédias que temos visto acontecer no Rio de Janeiro, acho que a palavra NECESSIDADE recupera seu verdadeiro sentido.

Blogosfera a fora, muitas vezes me deparei com alguém dizendo que PRECISA comprar seu esmalte Chanell ou a bolsa DAQUELA marca e sei lá... às vezes parece que não vivo no mesmo mundo que essas pessoas.

Não sou pobre de doer, moro bem, tenho um carrinho popular, faço minha facul, tenho meu emprego, mas nem em sonhos pagaria 80 reais em um esmalte, 100 em um batom.... foge completamente da minha realidade e imagino que da de muuuita gente também.

Existe uma mania absurda de achar que o que vem de fora é melhor, é autêntico, é chique!

Desculpem mas duvido que um esmalte da Channel dure mais do que uma semana nas unhas ou que aquele batom de 100 reais fique o dia inteiro sem perder seu charme...

Quem usa pelo Glamour da marca só consegue receber o tal extase se sair falando por aí o que está usando nas unhas ou na boca, ou nos olhos... sei lá. Mas acho muito difícil bater os olhos nas mãos de alguém e reconhecer a marca do esmalte que ela está usando.

Não estou criticando ninguém. Parabenizo quem tem condições de gastar 800 reais pra ter 10 esmaltes! Principalmente se quem trabalhou por essa grana foi a própria pessoa, mas acho muito mais bonito quem se contenta em ter seus esmaltes de 3,00 reais, seus batons de 20,00 e que ajuda um vizinho com um quilo de açúcar mesmo sabendo que pode faltar na hora de fazer o cafezinho.

Viva as coisas simples da vida!

Viva a solidariedade!

Viva a autenticidade!

Ser autêntico não é comprar o mais caro porque quer ser diferente ou por que quer glamour..... é usar o que você pode usar da maneira mais bonita que conseguir e ter seu estilo, seu charme próprio e não o charme das marcas famosas que querem fazer você de cabide.

Mais uma vez digo, quem pode, pode. O que acho horrível é gente que quer bancar a princesa estourando limite de cartão do pai, da mãe, da vó, do papagaio.... gente que se endivida até o pescoço pra poder andar metidinha a besta por aí... gente que come ovo e arrota caviar. Pronto, falei.

Aí povo, viva os esmaltes b b b, as makes b b b, as roupas b b b e tudo o mais que for bom, bonito e barato e se sobrar na sua carteira, faça um investimento bom, ajude o povão lá do Rio que tá passando apuro, pague um bom curso, colabore com alguma instituição de caridade e seja CHIQUE BEM!

2 comentários:

  1. Até que enfim um texto com conteúdo.
    Tem muita gente na blogosfera confundindo vaidade e beleza com futilidade. Isso é lamentável.
    Mesmo sem te conhecer pessoalmente ja sou tua fã.
    Parabéns pelo post belíssimo e realista.

    Beijos da Ana

    ResponderExcluir
  2. Acho ridiculoooo quem fica se exibindo com marcas famosas, ou arrotando alto o valor que pagou em tal coisa!

    Esse é o mal do novo rico
    porque pessoa com classe e educação não precisa dessa propaganda feia (ficar se exibindo)
    Não pago tb 80 reais em um esmalte nuncaaaa
    se posso pagar 3,00 reais em um com a cor semelhante!
    Acho caro uma calça de 50 reais quanto mais uma de 100 O_O
    Não sou pobretona mas tb não sou rica, não consigo receber meu salário suado e gastar inteiro em apenas uma peça de roupa!
    Por isso coisas caras mesmo eu nem tenho =/
    mas acho que vivo bem sem elas!

    ResponderExcluir

Comenta aí vai... é quando você comenta que eu melhoro o blog e faço ele ficar do jeitinho que você quer ver.